/ I&D+I

Os nossos projetos

ARTFISH

Pesca artesanal local (redes de emalhar e tresmalhe) na costa centro-norte portuguesa


O projeto ARTFISH tem vindo a ser desenvolvido por investigadores do Marine Research Lab. O objetivo geral desta tarefa é caracterizar as operações de pesca artesanal local, no que concerne às redes de emalhar e tresmalhe, em Portugal continental (centro-norte) nas safras de 2019 e 2020, com vista a analisar a variação espacial e temporal da composição específica das capturas.
As redes de emalhar são compostas por retângulos de rede com flutuadores numa extremidade e pesos na extremidade oposta. É lançada à água, num local onde se saiba que existam peixes, que posteriormente ficam "emalhados", ou seja, presos nas malhas da rede.
As de tresmalhe são constituídas por três panos superiores: 2 panos externos, com fio mais grosso e malhas maiores e um pano pequeno interno, com linha mais fina e malhas menores.

Consulte as conclusões do projeto aqui.

BIOREDE

Rede de pesca biodegradável

O BIOREDE é um projeto de transferência da tecnologia desenvolvida na UC que é implementada na empresa SICOR, visando a criação de uma rede composta por formulações de base poli (ácido láctico) (PLA), um polímero completamente biodegradável e biocompatível obtido apartir de matéria-prima renovável, que proporciona a resistência adequada à faina pesqueira.
Poliácido Láctico (PLA)
O poliácido láctico (PLA ou ácido poliláctico) é um polímero constituído por moléculas de ácido láctico, um ácido orgânico de origem biológica, que é obtido a partir de recursos naturais renováveis e tem como vantagem a substituição do plástico.

Acumulação de mercúrio em peixes

Acumulação de mercúrio em espécies de peixes ao longo da costa portuguesa: existem riscos potenciais para a saúde humana?

Estudo que permitiu perceber o nível de bioacumulação de mercúrio em peixes, ao longo da costa portuguesa e avaliar o risco para a saúde humana decorrente do consumo de diferentes espécies e diferentes tamanhos. Os grandes objetivos foram quantificar o teor total de mercúrio presente no músculo das espécies mais consumidas e exploradas nas águas portuguesas: Cavala, Sarda, Carapau, Biqueirão, Anchova e Sardinha e avaliara acumulação e a distribuição do mercúrio ao longo de 14 anos de vida no músculo, fígado, coração, guelras e cérebro dos peixes.

Saiba mais aqui.

AlgaDepur

Aquacultura Multi-trófica Integrada como veículo de sustentabilidade: Utilização de macroalgas para depuração de efluentes

Projeto que visa contribuir para a gestão sustentável dos recursos por via da utilização do sistema IMTA no tratamento das águas existentes na aquacultura, de modo controlado e sustentável, valorizando os produtos locais.

Saiba mais aqui.

AMALIA

Algae to Market Lab Ideas

O objetivo do projeto é estudar macroalgas invasoras da costa ibérica do Noroeste, para identificar e isolar moléculas e extratos enriquecidos com potencial farmacológico e alimentar, para o desenvolvimento de produtos de alto valor a serem implantados no mercado dentro de 2 a 4 anos. Além disso, e devido à importância do acesso precoce aos blooms de macroalgas invasoras, para permitir a coleta precoce de "matéria-prima" e prevenir danos ecológicos maiores, o projeto também pretende desenvolver ferramentas inovadoras de monitorização de espécies invasoras.

Saiba mais aqui.

Arte Xávega

Análise de dados para perceber as capturas de espécies subdimensionadas, espécies capturadas, as diferenças das espécies capturadas ao longo dos anos, entre outras variantes.

BlueTide

Investigadores do MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente dão a conhecer a biodiversidade nas zonas entremarés, a alunos e professores do 1.º ciclo do ensino básico, lançando desafios a Escolas Azuis do litoral e escolas não-Azuis de zonas não costeiras.

Saiba mais aqui.

CentroAdapt

Centro de Vanguarda em Adaptações às Alterações Climáticas

O projeto da Universidade de Coimbra (MARE, ISISE, CISUC) e Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial (ADAI), que visa estabelecer uma plataforma de inovação, aberta e inclusiva, que incorpore as competências necessárias a uma eficiente e eficaz transferência de conhecimento científico e tecnológico para o sector empresarial.

Saiba mais aqui.

CEVADAS

O CEVADAS é um projeto desenvolvido pela equipa de investigação do Laboratório MAREFOZ e pela empresa CEVADAS. O objetivo geral é a utilização de componentes de algas para substituição de conservantes e emulsionantes nos enchidos da marca CEVADAS.

CompHorta

Projeto realizado pela equipa científica do Laboratório MAREFOZ, promovido pela Incubadora do Mar & Indústria da Figueira da Foz e a Loja Auchan da Figueira da Foz. Construção de uma horta no telhado do hipermercado, onde são utilizados adubos provenientes da compostagem de resíduos de frutas, legumes, produzidos no dia-a-dia do hipermercado. Os colaboradores fazem plantações e, posteriormente, recolhem os produtos que pretendem para consumo próprio.

Estuário do Mondego

Um projeto desenvolvido pela Universidade de Coimbra e pelo laboratório MAREFOZ, que permitiu a certificação ambiental de produtos da ilha da Morraceira, no estuário do Mondego. Produtos como peixes, bivalves e plantas com salicórnia.

LIFE ADAPTA BLUES

Adaptação às alterações climáticas através da gestão e restauração dos ecossistemas estuarinos europeus

O projeto LIFE ADAPTA BLUES visa demonstrar que a conservação e restauração de ecossistemas estuarinos é uma estratégia eficiente para melhorar a adaptação às alterações climáticas nas áreas costeiras da costa atlântica europeia.

Saiba mais aqui.

Lixo Marinho - App

A app Lixo Marinho foi um projeto que nasceu não só pela necessidade de produção de dados estatísticos, mas, também, como meio de sensibilização para um problema comum nos areais, o lixo marinho.

Saiba mais aqui.

MESCLA

Melhorar e complementar os Critérios de Classificação do Estado das Massas de Água de Transição e Costeiras

Monitorização da evolução da qualidade ambiental de ecossistemas costeiros.

Monitorização recinto do SOMNII

Monitorização Ambiental do recinto do SOMNII

O Laboratório MAREFOZ faz análise de amostras retiradas do local onde decorre o festival SOMNII, de forma a estudar o impacto ambiental do festival.

MYTAG

Integrating natural and artificial tags to reconstruct fish migrations and ontogenetic habitat shifts

O MYTAG é um projeto realizado em colaboração entre o CIIMAR, MARE e INESC TEC, que junta uma equipa multidisciplinar para desenvolver e integrar marcas naturais e artificiais para estudar migrações de peixes. Através da investigação feita no projeto, é possível fazer a reconstrução das vias migratórias ao longo do desenvolvimento ontogénico dos peixes permitindo perceber a dinâmica populacional das espécies, padrões de colonização de habitats e resiliência às capturas.

Saiba mais aqui.

Núcleo Museológico do Sal

Um projeto desenvolvido pela Câmara Municipal de Figueira da Foz em parceira com o Laboratório MAREFOZ. Situa-se na Salina Municipal do Corredor da Cobra. Este espaço museológico assume-se como centro de informação, educação e sensibilização de diversos públicos para a necessidade de preservação de uma atividade tradicional e de um produto artesanal, contribuindo para a valorização do património e para o desenvolvimento local. O visitante é confrontado com a explanação de cinco grandes temas: O que é o Sal; O Sal na Natureza; História do Sal em Portugal; A Tecnologia do Sal na Figueira da Foz e O Ciclo de Produção; e As Salinas e a Conservação da Natureza.

Saiba mais aqui.

OtimO

Otimização dos processos de produção de Ouriço-do-mar

Desenvolvimento e validação de um modelo inovador de produção de ouriço-do-mar (Paracentrotuslividus), visando a economia azul com base na transferência de conhecimento I&D para o setor económico através de inovação, promovendo a diversificação e aumento de competitividade da economia das zonas costeiras, e potenciando o desenvolvimento local assente no empreendedorismo, criação de emprego sustentável e inovação social.

Saiba mais aqui.

ReSEt

Restauro de Sapais Estuarinos com vista à Sustentabilidade

O projeto ReSEt – Restauro de Sapais Estuarinos com vista à Sustentabilidade pretende potenciar a proteção e restauro de sapais estuarinos do Mondego e sua biodiversidade, numa perspetiva de preservação e utilização sustentável de recursos e da valorização dos serviços fornecidos por estes ecossistemas.

Saiba mais aqui.

Consulte as conclusões do projeto aqui.

SERMARE

Sensibilizar e Educar para uma Sociedade Azul

É um projeto de educação e sensibilização ambiental e de comunicação de ciência orientado para o aumento da literacia sobre os Oceanos da comunidade do litoral centro de Portugal. Tem como missão contribuir para o aumento do vínculo social e emocional aos recursos aquáticos locais, fomentando um crescimento sustentável e o desenvolvimento de uma “Sociedade Azul” participativa.

Saiba mais aqui.

SERMARE-PRO

O projeto SERMARE-PRO do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, financiado por Fundos Nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia e destina-se a Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial.
Este projeto tem como objetivo capacitar os professores para introduzir o conceito de Literacia dos Oceanos nos programas educativos das escolas, de uma forma integrada, interdisciplinar e transdisciplinar, sensibilizando para a importância do Oceano como uma valiosa fonte de recursos e conhecimento.

Saiba mais aqui.

SUSpENsE

Sustainable built environment under natural hazards and extreme events

O projeto SUSpENse tem como objetivo principal enfrentar desafios que podem comprometer o futuro da humanidade, como os riscos naturais, os efeitos progressivos da mudança climática por efeito da ação do Homem, ameaças antropogénicas recentes à escala global, como o terrorismo e o movimento de refugiados.
O projeto tem quatro principais áreas de foco de intervenção: exploração sustentável dos recursos do mar, implementação efetiva de práticas de construção, desenvolvimento de soluções eficientes para os ecossistemas aquáticos e abordagem aos principais problemas da crescente urbanização com uso intensivo de tecnologia para melhorar as cidades.

Saiba mais aqui.

TEAS

Tratamento de Efluentes de Aquacultura Sustentável com base no Sistema Integrado de Aquacultura Multitrófica

O Tratamento de Efluentes de Aquacultura Sustentável com base no Sistema Integrado de Aquacultura Multitrófica (IMTA) é, hoje em dia, uma possibilidade. No entanto, a sua aplicação como sistema de tratamento de efluentes é ainda reduzida. Os Sistemas IMTA surgem como uma tecnologia amiga do ambiente no tratamento de efluentes de aquacultura com recurso a macroalgas, beneficiando o aquacultor económica, social e ambientalmente. Um sistema IMTA, à escala piloto, que está instalado numa aquacultura da zona de Lavos, Figueira da Foz.

Saiba mais aqui.

TRIPLE-C

Capitalising Climate Change Projects in Risk Management For a Better AA Resilience

O projeto Triple-C centra-se na análise, avaliação e capitalização de projetos europeus de sucesso na prevenção e gestão dos riscos derivados das alterações climáticas. Os parceiros irão colaborar para transferir as melhores práticas identificadas com o objetivo final de integrar os resultados selecionados nas políticas regionais e europeias. Esses resultados de capitalização também servirão de base para a próxima geração de programas de cooperação transnacional.

Saiba mais aqui.

Universidade do Oceano

As Ciências do Mar para e com os Jovens

A Universidade do Oceano pretende desenvolver um modelo inovador de aproximação dos jovens aos investigadores e às atividades económicas na área temática das ciências e tecnologias do mar, tendo como base os princípios gerais das universidades jovens. O projeto tem como público-alvo jovens em idade escolar, docentes e investigadores.

Saiba mais aqui.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO