/ A Faculdade / Fundadores da FPCE

Manuel Viegas Abreu

Biografia

  • Licenciado em Ciências Histórico-Filosóficas pela Universidade de Coimbra (1961);
  • Licenciado em Psicologia pela Universidade Católica de Lovaina (1968) e doutorado em Psicologia pela Universidade de Coimbra (1978).
  • Professor Catedrático Jubilado da Universidade de Coimbra.
  • Investigador do "Instituto de Psicologia Cognitiva, Desenvolvimento Vocacional e Social", Unidade de I&D da F.C.T., de que foi fundador.
  • Membro da Academia de Ciências de Lisboa.
  • Integrou a Comissão Instaladora dos Cursos Superiores de Psicologia cujos trabalhos deram origem à criação das Faculdades de Psicologia e de Ciências da Educação das Universidades de Coimbra, Lisboa e Porto. - Fez parte da Comissão interministerial que, em 1984, propôs a criação de Serviços de Psicologia e de Orientação no âmbito do Ministério da Educação.
  • Foi membro da Comissão Instaladora da Escola Superior de Educação de Coimbra, tendo sido Presidente do respectivo Conselho Científico de 1985 a 1987.
  • Membro de várias associações científicas, nacionais e internacionais. Foi Presidente da Sociedade Portuguesa de Psicologia e da Association de Psychologie Scientifique de Langue Française.
  • Colaborou na criação do Centro de Psicopedagogia da Universidade de Coimbra e, em 1994;
  • Fundou o Instituto de Psicologia Cognitiva, Desenvolvimento Vocacional e Social, Unidade de I&D da FCT.
  • Em 1988, fundou, conjuntamente com outros colegas, a revista Psychologica.

Referências Bibliográficas

Teixeira, C., Santos, E., Abreu, M. Viegas., & Gonçalves, P. (2009). Reabilitação psicossocial de pessoas com esquizofrenia: estudo de caso. Psychologica, 50, 97-139.
Abreu, M. Viegas., & Santos, E. R. dos. (2008). O papel das famílias e das redes de apoio social: Actas do Primeiro Congresso de Reabilitação e Inclusão na Saúde Mental. Almedina.
Abreu, M. Viegas. (2008). A propósito “Da história e da epistemologia da psicologia”: Notas sobre uma dissertação de doutoramento. Pshychologica, 48, 333-339.
Abreu, M. Viegas. (2005). Para além dos exames: contributos para recolocar os exames na sua função de meio instrumental e não de fim primordial do ensino e da aprendizagem. Revista Portuguesa de Pedagogia, 39(2), 51-78.
Abreu, M. Viegas. (2002). A complexidade bio-psico-sócio-axiológica da personalidade humana: Contributos para uma teoria integradora. Psychologica, 30, 41-55.
Abreu, M. Viegas. (2001). Desenvolvimento vocacional e estratégia de motivação para aprendizagens persistentes. Psychologica, 26, 9-26.
Abreu, M. Viegas. (2001). In Memoriam : Jean Costermans. Psychologica, 26, 261-264.
Abreu, M. Viegas., & Oliveira, A. M. de. (1999). O Laboratório de Psicologia Experimental da Universidade de Coimbra : O primeiro Laboratório de Psicologia em Portugal : 1912. Instituto de Psicologia Cognitiva, Desenvolvimento Vocacional e Social-FPCEUC.
Abreu, M. Viegas. (1999). Tarefa fechada e tarefa aberta: motivação, aprendizagem e acção. Imprensa da Universidade.
Abreu, M. Viegas. (1998). Cinco ensaios sobre motivação. Almedina.
Abreu, M. V. (1996). Encontros e desencontros entre a psicologia e o sistema educativo português. Psychologica, 15, 47-55.
Abreu, M. Viegas., Leitão, L. M., Paixão, P., Breda, S. J., & Miguel, J. P. (1996). Aspiração e projectos pessoais, condições de vida e de estudo dos alunos do ensino superior de Coimbra. Psychologica, 16, 33-61
Abreu, M. Viegas. (1996). Pais, professores e psicólogos: contributos para o desenvolvimento de uma prática relacional nas escolas. Coimbra Editora.
Richelle, M., & Abreu, M. Viegas. (1995). Association de Psychologie Scientifique de Langue Française : Esquisse historique : À propos des XXVème Journées d’Études. Coimbra. APSLF.
Jesus, S. N. de, Abreu, M. Viegas., & Esteve, J. M. (1995). Croyances irrationnelles par rapport à l’enseignement et à la formation : approche longitudinal et transversal dans l’analyse de ses altérations au cours de la formation initiale des enseignants. Sep. de: Journées d'Etudes de L'Association de Psychologie Scientique de Langue Française, 143-154.
Abreu, M. Viegas. (1995). Sobre as descobertas científicas “ao acaso” : Persistência da motivação e organização cognitiva. Psychologica,14, 151-159.
Abreu, M. Viegas. (1994). Em torno dos objectivos da Medeia de Eurípides : reflexões complementares sobre mito, ciência e vida. Sep. de: Medeia no drama antigo e moderno: Colóquio. Actas.
Abreu, M. Viegas. (1994). Mito, ciência e vida : contributos da psicologia para a compreensão de Medeia. Sep. de: Medeia no drama antigo e moderno: Colóquio. Actas.
Abreu, M. Viegas. (1994). Motivação, aprendizagem e desenvolvimento : oração de sapiência. Sep. de: Discursos da Abertura Solene das Aulas na Universidade de Coimbra.
Abreu, M. Viegas. (1994). Para um diálogo entre a perspetiva macroscópica e a perspetiva microscópica do sistema educativo. Sep. de: Colóquio Educação e Sociedade, 6, 61-86.
Jesus, S. N. de, & Abreu, M. Viegas. (1994). Projecto profissional e expectativas de realização dos professores: um estudo exploratório. Instituto de Inovação Educacional.
Jesus, S. N. de, & Abreu, M. Viegas. (1993). Motivação dos professores para motivar os alunos : um estudo exploratório segundo a teoria do Comportamento planeado. Psychologica, 10, 29-37.
Abreu, M. Viegas., & Silva, J. M. T. da. (1993). Níveis de reprodução mnésica em função da motivação, dos estilos cognitivos e da natureza das tarefas: contribuição experimental para a análise das relações entre motivação e cognição. Psychologica, 9, 113-125.
Abreu, M. Viegas. (1992). A identidade da Região Centro : contributos para um modelo policêntrico e interaccionista do desenvolvimento integrado da região das Beiras. Comissão de Coordenação da Região Centro.
Jesus, S. N. de, Abreu, M. Viegas., Santos, E. J. R. dos, & Pereira, A. M. S. (1992). Estudo dos factores de mal-estar na profissão docente. Psychologica, 8, 51-60.
Abreu, M. Viegas. (1991). Situação actual da avaliação escolar: alto risco de alienação dos objectivos do sistema educativo. Psychologica, 5, 75-78.
Abreu, M. Viegas. (1990). Construção da psicologia como ciência e dessubjectivação dos processos psicológicos. Psychologica, 3, 15-28
Abreu, M. Viegas. (1989). In memoriam-Joseph R. Nuttin. Psychologica, 2, 225-235.
Abreu, M. Viegas. (1989). Organização perceptiva e mnésica dos erros e persistência da motivação. Psychologica, 2, 159-176.
Abreu, M. Viegas., Leitão, L. M., Santos, E. R., & Paixão, M. P. (1988). Mobilização de potencialidades de desenvolvimento cognitivo e promoção de sucesso escolar. Psychologica, 1, 1-26.
Abreu, M. Viegas. (1987). O perfil do professor no horizonte da reforma do sistema educativo. Coimbra. M. V. Abreu.
Abreu, M. Viegas. (1986). Para uma nova teoria dos interesses: da actual imprecisão teórica à concepção relacional. Sep. de: Biblos, 217-229.
Abreu, M. Viegas. (1985). Orientação escolar e profissional e desenvolvimento da personalidade. Serviço de Consulta Psicológica e Orientação Vocacional. Sep. Rev. Cadernos de Consulta Psicológica, 1, 95-101.
Abreu, M. Viegas. (1985). Le psychisme, l’individu et son monde. Sep. Actas do Symposium de l'Association de Psychologie Scientifique de Langue Française, 241-260.
Abreu, M. Viegas. (1984). Orientação escolar e profissional e desenvolvimento da personalidade: notas sobre as relações entre teoria e prática. M. V. Abreu.
Abreu, M. Viegas. (1983). Contributo para a clarificação do papel das faculdades de letras no sistema educativo português. Sep. de: Biblos, 59.
Abreu, M. Viegas. (1983). Da prevenção do insucesso escolar ao desenvolvimento interpessoal. Revista Portuguesa de Pedagogia, 17, 143-170.
Abreu, M. Viegas. (1982). Motivos e organizações cognitivas na construção da personalidade. Revista Portuguesa de Pedagogia, 16, 331-342.
Abreu, M. Viegas. (1982). Psicologia escolar e formação de professores. Sep. Biblos, 657-675.
Abreu, M. Viegas. (1980). Desenvolvimento da personalidade e motivação. Revista Portuguesa de Pedagogia, 14, 159-193.
Abreu, M. Viegas. (1980). Recensões críticas. Revista Portuguesa de Pedagogia, 14, 387-396.
Abreu, M. Viegas. (1980). Relembrando o problema da recognição de Sílvio Lima mestre da atitude crítica e do método experimental. Sep. de: Biblos, 55.
Abreu, M. Viegas. (1979). Desenvolvimento da personalidade e motivação: sumário da lição síntese. M. V. Abreu.
Abreu, M. Viegas. (1979). Psicologia escolar e medidas mentais: relatório. Provas de Agregação. Universidade de Coimbra.
Abreu, M. Viegas. (1979). Questões de psicologia e de pedagogia. Livros Horizonte.
Abreu, M. Viegas. (1978). Alfred Binet, precursor do behaviorismo subjectivo. Revista Portuguesa de Pedagogia, 12, 3-52.
Abreu, M. Viegas. (1978). Nem sensação nem reflexo : notas breves sobre o esquema cibernético do comportamento. Revista Portuguesa de Pedagogia, 12, 263-279.
Abreu, M. Viegas. (1978). Tarefa fechada e tarefa aberta: motivação, aprendizagem e execução selectivas. Tese de Doutoramento. Universidade de Coimbra.
Abreu, M. Viegas. (1977). Aspectos sistemáticos do conexionismo de Thorndike. Sep. Revista Portuguesa de Psicologia, 13, 47-85.
Nuttin, J., & Abreu, M. Viegas. (1977). Perception de la fréquence de réussites personelles et de succès partagés. Sep. de: Oléron, G.- Psychologie expérimentale et comparée, 429-441.
Abreu, M. Viegas. (1976). O efeito Pigmalião: Considerações sobre as atitudes do educado. Revista Portuguesa de Pedagogia, 10, 235-255.
Abreu, M. Viegas. (1975). O sentido da crítica de Nuttin à “Teoria do aparelho psíquico” de Freud. Revista Portuguesa de Pedagogia, 9, 251-277.
Abreu, M. Viegas. (1974). Acerca da formação psicopedagógica dos professores do ensino secundário. Revista Portuguesa de Pedagogia, 8, 3-54.
Abreu, M. Viegas. (1974). Edward Thorndike ou as repercussões da revolução darwiniana na psicologia e na pedagogia: Notas comemorativas do primeiro centenário do seu nascimento. Revista Portuguesa de Pedagogia, 8, 273-288.
Abreu, M. Viegas. (1971). Tradição e inovação no ensino superior em Inglaterra. Revista Portuguesa de Pedagogia, 5(1), 97-128.
Abreu, M. Viegas. (1970). Trabalhos práticos de psicologia experimental. Instituto de Estudos Psicológicos e Pedagógicos.
Abreu, M. Viegas. (1967). O psicólogo na escola: Dos modelos de organização escolar aos modelos de prática psicológica. Sep. de: Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO